• Instituto Interamericano de Cooperação para a Agricultura
  • A agricultura, prioridade para o desenvolvimento sustentável das Américas

IICA e Vogue: uma aliança inédita para contar as histórias de trabalhadoras rurais

IICA e Vogue: uma aliança inédita para contar as histórias de trabalhadoras rurais

Uma equipe da edição brasileira da revista Vogue percorreu quatro países americanos para contar histórias de mulheres que vivem da terra e que semeiam, em muitos aspectos, uma sociedade mais justa.

Terra, substantivo feminino (Foto: Cecília Duarte).

São José, Costa Rica, 8 de outubro de 2018 (IICA). Uma equipe da edição brasileira da revista Vogue retratou as histórias de trabalhadoras rurais nas regiões da Argentina, do Brasil, da Guatemala e da Jamaica graças a uma inédita aliança com o Instituto Interamericano de Cooperação para a Agricultura (IICA). O projeto foi apoiado pelos governos locais, por organizações não-governamentais (ONG) e empresas comprometidos com a viabilização do papel-chave das mulheres que vivem no campo para o desenvolvimento.

A produção especial de Vogue, publicada com o título “Terra, substantivo feminino”, recorre aos depoimentos e às imagens de 100 mulheres que vivem e trabalham nas zonas rurais destes países da América, registrados ao longo de 16 dias. A tarefa demandou 15 voos de aviões e 2.500 quilômetros percorridos em rodovias e estradas com as mais variadas topografias, em meio a temperaturas entre -2 e 37 graus centígrados.

O IICA, organismo interamericano especializado no desenvolvimento agrícola e rural, “entende a terra como um substantivo feminino, assim como a agroecologia, que defende a utilização dos recursos naturais com mais consciência, respeitando e mantendo o que a natureza oferece, em uma troca crescente e sustentável. Entre as mulheres e a terra, ocorre o mesmo”, mencionou o texto de Vogue, assinado pela editora Mariana Abreu Sodré.

A aliança entre o IICA e a Vogue Brasil se dá no contexto do forte compromisso do Instituto com a equidade de gênero.

Recentemente aprovado, o Plano de Médio Prazo (PMP) 2018-2022, o mapa do caminho do organismo, contém cinco programas hemisféricos (Bioeconomia e Desenvolvimento Produtivo; Desenvolvimento Territorial e Agricultura Familiar; Comércio e Integração; Mudança Climática, Recursos Naturais e Gestão de Riscos; e Sanidade Agropecuária, Segurança e Qualidade dos Alimentos). Neles estão concentradas as estratégias do IICA e incorporadas de maneira transversal as áreas de gênero e juventude.

O IICA também se posicionou publicamente em fóruns, como o W20, grupo de afinidade do G20 e do qual é co-presidente no eixo sobre o trabalho da Mulher Rural, sobre a necessidade de se formular urgentemente políticas públicas sólidas e de longo prazo em benefício das mulheres que vivem nas zonas rurais. Também acentuou a importância da construção de uma grande coalizão transformadora, com a participação de governos, organismos internacionais, representantes da sociedade civil e meios de comunicação.

 

Mais informação:

Pilar Sancho, especialista em Comunicação, IICA

pilar.sancho@iica.int

Ir Arriba