Ir Arriba

IICA e Vogue: uma aliança inédita para contar as histórias de trabalhadoras rurais

Terra, substantivo feminino (Foto: Cecília Duarte).

São José, Costa Rica, 8 de outubro de 2018 (IICA). Uma equipe da edição brasileira da revista Vogue retratou as histórias de trabalhadoras rurais nas regiões da Argentina, do Brasil, da Guatemala e da Jamaica graças a uma inédita aliança com o Instituto Interamericano de Cooperação para a Agricultura (IICA). O projeto foi apoiado pelos governos locais, por organizações não-governamentais (ONG) e empresas comprometidos com a viabilização do papel-chave das mulheres que vivem no campo para o desenvolvimento.

A produção especial de Vogue, publicada com o título “Terra, substantivo feminino”, recorre aos depoimentos e às imagens de 100 mulheres que vivem e trabalham nas zonas rurais destes países da América, registrados ao longo de 16 dias. A tarefa demandou 15 voos de aviões e 2.500 quilômetros percorridos em rodovias e estradas com as mais variadas topografias, em meio a temperaturas entre -2 e 37 graus centígrados.

O IICA, organismo interamericano especializado no desenvolvimento agrícola e rural, “entende a terra como um substantivo feminino, assim como a agroecologia, que defende a utilização dos recursos naturais com mais consciência, respeitando e mantendo o que a natureza oferece, em uma troca crescente e sustentável. Entre as mulheres e a terra, ocorre o mesmo”, mencionou o texto de Vogue, assinado pela editora Mariana Abreu Sodré.

A aliança entre o IICA e a Vogue Brasil se dá no contexto do forte compromisso do Instituto com a equidade de gênero.

Recentemente aprovado, o Plano de Médio Prazo (PMP) 2018-2022, o mapa do caminho do organismo, contém cinco programas hemisféricos (Bioeconomia e Desenvolvimento Produtivo; Desenvolvimento Territorial e Agricultura Familiar; Comércio e Integração; Mudança Climática, Recursos Naturais e Gestão de Riscos; e Sanidade Agropecuária, Segurança e Qualidade dos Alimentos). Neles estão concentradas as estratégias do IICA e incorporadas de maneira transversal as áreas de gênero e juventude.

O IICA também se posicionou publicamente em fóruns, como o W20, grupo de afinidade do G20 e do qual é co-presidente no eixo sobre o trabalho da Mulher Rural, sobre a necessidade de se formular urgentemente políticas públicas sólidas e de longo prazo em benefício das mulheres que vivem nas zonas rurais. Também acentuou a importância da construção de uma grande coalizão transformadora, com a participação de governos, organismos internacionais, representantes da sociedade civil e meios de comunicação.

 

Mais informação:

Pilar Sancho, especialista em Comunicação, IICA

pilar.sancho@iica.int