Ir Arriba

Novo atlas da agricultura das Américas, um retrato atrativo e preciso do setor agropecuário

Atlas de la Agricultura de las Américas
O Atlas descreve o contexto geral das Américas como região protagonista no mercado agroalimentar mundial, sistematiza informações sobre seus principais cultivos de acordo com a área coletada e por volume de exportações de cada país das sub-regiões Andina, Central, Sul, Caribe e Norte.

São José, 1 de novembro de 2019 (IICA).O Instituto Interamericano de Cooperação para a Agricultura (IICA) lançou o Atlas da Agricultura das Américas, uma publicação que compila, com um desenho atrativo e moderno, indicadores do setor agropecuário, como gerador de receitas, emprego e alimentos, além de proporcionar dados precisos sobre seu impacto na economia e no comércio na região.

O Atlas foi apresentado na Conferência de Ministros da Agricultura das Américas de 2019, organizada pelo IICA nesta semana, na Costa Rica.

Produto do trabalho da Direção de Cooperação Técnica do Instituto, a publicação foi entregue às principais autoridades agrícolas das Américas, as quais debateram, durante dois dias, sobre os desafios econômicos, sociais, ambientais e demográficos do setor.

A primeira edição do Atlas descreve o contexto geral das Américas como região protagonista no mercado agroalimentar mundial, sistematiza informações sobre seus principais cultivos de acordo com a área coletada e por volume de exportações de cada país das sub-regiões Andina, Central, Sul, Caribe e Norte.

Inclui também informações relevantes sobre o mercado de exportação de carnes e lacticínios da América Latina e Caribe (ALC), além de conteúdo vinculado à agricultura sustentável.

“O Atlas busca refletir a importante participação do setor agroalimentar da região no mundo. Reúne em uma só publicação, inédita até agora, dados atuais e informações úteis para a tomada de decisões por parte das autoridades agrícolas da nossa América”, disse o Diretor Geral do IICA, Manuel Otero.

A publicação está disponível no site atlas.iica.int, além de em uma versão impressa com mais de 60 páginas contando com de iconografia, ilustrações, fotografias, gráficos e outros elementos. Em breve também estará disponível para baixar, como e-book.

Segundo a especialista em economia do IICA, Eugenia Salazar, as informações do Atlas serão atualizadas periodicamente, partindo-se do princípio de ele ser simples de digerir e entender.

De acordo com os dados do Atlas, a ALC participa atualmente com cerca de 14% do total de exportações agroalimentares do mundo. Em 2017, as exportações líquidas da região alcançaram US$148.000 milhões, que se traduz em 2,6 dólares exportados por cada dólar importado.

Hoje, os países da região lideram os mercados internacionais de frutas tropicais, café, raízes e tubérculos, oleaginosas e cereais, entre outros.

Além disso, no último ano, o setor agrícola gerou 4,6% do PIB da ALC e mais de 14% dos empregos totais na região.

Mais informação:
Eugenia Salazar, especialista em economia do IICA. 
eugenia.salazar@iica.in

Baixe o Atlas (em espanhol)